Irlanda: Motim anti-imigrantes em Dublin causa conflito com a polícia

Irlanda: Motim anti-imigrantes em Dublin causa conflito com a polícia

Polícia em Dublin

25 de novembro de 2023

 

Motins anti-imigrantes eclodiram em Dublin, capital da Irlanda. A polícia disse ter prendido 34 pessoas enquanto reprimia os tumultos.

A polícia irlandesa anunciou que depois de um pequeno grupo anti-imigrante ter chegado perto da O’Connell Street, uma importante via de Dublin, manifestantes de extrema-direita iniciaram atos violentos, incluindo agressões a agentes da polícia, saques e incêndios criminosos.

O motim eclodiu após um incidente em que cinco cidadãos, incluindo três crianças, foram feridos por um homem armado com faca do lado de fora de uma escola primária em Dublin, por volta das 13h do dia 23.

Entre as vítimas, uma criança de 5 anos e um professor de cerca de 30 anos, que ficou ferido ao tentar impedir o ataque, estão em estado crítico. O chefe da polícia da ilha disse numa conferência de imprensa que os tumultos não tinham precedentes e que “as pessoas foram radicalizadas através das redes sociais”.

O motim começou quando se espalhou online o boato de que o autor do crime era estrangeiro. Em relação a isto, a BBC britânica, citando múltiplas fontes, informou que o perpetrador era um homem na casa dos 40 anos e um cidadão irlandês que vivia no país há mais de 20 anos.

O primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, disse que as cerca de 500 pessoas envolvidas nos distúrbios trouxeram vergonha à Irlanda, a Dublin, às suas famílias e a si próprios.

O primeiro-ministro Varadkar disse que tomaria medidas imediatas para fortalecer as leis anti-ódio.

Fontes[editar | editar código-fonte]
 

Irlanda: Motim anti-imigrantes em Dublin causa conflito com a polícia


@zipcms | Social Content


Publicado

em

por

Tags: