[wpdts-date-time]

[spt-posts-ticker]

Falha na eleição do primeiro-ministro tailandês

Falha na eleição do primeiro-ministro tailandês

Pita Limjaroenrat

15 de julho de 2023

 

O parlamento da Tailândia não conseguiu eleger o próximo primeiro-ministro.

O candidato único da oposição tailandesa, o Pita Limjaroenrat, não conseguiu obter a maioria dos votos, requisito para a eleição, pois obteve apenas 324 votos como resultado da votação para eleger o primeiro-ministro em uma reunião conjunta do Senado e da Câmara dos Representantes com a participação de 705 pessoas naquele dia.

Dos 749 membros (249 do Senado, 500 da Câmara), excluindo um senador que renunciou no dia anterior, ele não conseguiu obter a maioria de 375 votos.

Além dos 500 membros da Câmara, senadores indicados pelos militares também participam da votação para eleger o primeiro-ministro da Tailândia, segundo a constituição emendada pelos militares em 2017.

O deputado, de 43 anos, é um político de elite com formação em negócios, formado pela prestigiosa Thammasat University, na Tailândia, e estudou na Harvard e no Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos.

O partido liderado por Pita tornou-se o maior ao conquistar 151 assentos nas eleições gerais de maio. Depois de formar um governo de coalizão com sete partidos de oposição, garantiu 312 assentos na Câmara.

Um dia antes da eleição, a Comissão Eleitoral informou problemas de Pita na aquisição da emissora tailandesa iTV ao Tribunal Constitucional, o que teve um impacto negativo. Na sequência, mais de 200 pessoas no Senado e na Câmara não participaram da votação ou se abstiveram.

A lei eleitoral tailandesa proíbe os acionistas de empresas de radiodifusão de concorrer a cargos públicos.

O deputado Pita, que se tornou membro da Assembleia Nacional em 2019, considera que não há problema porque a emissora parou de transmitir em 2007.

O parlamento da Tailândia planeja realizar uma segunda votação no dia 19 e eleger um primeiro-ministro em uma terceira votação no dia 20 se Pita não obtiver a maioria.

No entanto, avalia-se que a questão de saber se Pitta será eleito como o próximo primeiro-ministro da Tailândia tornou-se mais incerta devido à controvérsia sobre as violações da lei eleitoral que surgiram desta vez.

Os meios de comunicação locais relataram que não se sabia se Pita poderia concorrer como candidato no segundo e terceiro turnos. Ainda não há data para o julgamento do caso.

Fontes[editar | editar código-fonte]
 

Falha na eleição do primeiro-ministro tailandês


@zipcms | Social Content


Publicado

em

por

Tags: