[wpdts-date-time]

[spt-posts-ticker]

Ursula von der Leyen: “a Rússia pagará pelos crimes de guerra”; destruição de barragem inundou 37 vilas

Ursula von der Leyen: “a Rússia pagará pelos crimes de guerra”; destruição de barragem inundou 37 vilas

7 de junho de 2023

 

A represa em 2006

Trinta e sete (37) cidades e vilas foram parcialmente inundadas após a explosão da Barragem de Kakhovk, em Khersonska, ontem. “As autoridades ucranianas anunciaram a evacuação de 16.000 pessoas dessas áreas e as inundações podem resultar no movimento de minas e munições explosivas para as áreas anteriormente consideradas seguras”, reportou a OCHA (Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários) em seu portal, alertando ainda para “graves consequências para centenas de milhares de pessoas no sul da Ucrânia”.

O governo russo negou que tenha sido o responsável pela destruição da barragem, mas Ursula von der Leyen, presidente do Comitê Europeu da União Europeia, escreveu em seu Twitter que “a Rússia terá de pagar pelos crimes de guerra cometidos na Ucrânia” no que chamou de “um ataque ultrajante à infraestrutura civil”.

O Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, e o Comissário para Gestão de Crises da União Europeia, Janez Lenarčič, emitiram uma declaração onde escreveram que a explosão da barragem é uma “uma nova dimensão das atrocidades russas”.

Após a barragem explodir, o governo ucraniano teve que evacuar milhares de pessoas às pressas, usando ônibus e trens, para as cidades vizinhas de Khmelnytskyi, Odesa, Kropyvnytskyi, Kiev e outras.

Notícias Relacionadas[editar | editar código-fonte]
Represa explode no sul da UcrâniaFontes[editar | editar código-fonte]
 
 
 

Ursula von der Leyen: “a Rússia pagará pelos crimes de guerra”; destruição de barragem inundou 37 vilas


@zipcms | Social Content


Publicado

em

por

Tags: