[wpdts-date-time]

[spt-posts-ticker]

Putin fala após fim do motim do Grupo Wagner

Putin fala após fim do motim do Grupo Wagner

27 de junho de 2023

 

O presidente russo, Vladimir Putin, fez uma declaração ao país na segunda-feira sobre o motim armado abortado no sábado, agradecendo aos combatentes e comandantes mercenários de Wagner que se retiraram para evitar derramamento de sangue.

Putin agradeceu à nação pela unidade depois que uma rebelião armada no fim de semana foi abortada menos de 24 horas após seu início.

Putin disse que manteria sua promessa de permitir que os combatentes de Wagner se mudassem para Belarus se quisessem, assinassem um contrato com o Ministério da Defesa ou simplesmente voltassem para suas famílias.

Putin não mencionou o chefe dos mercenários, Yevgeny Prigozhin, que liderou o motim.

Putin culpou os “inimigos da Rússia” e disse que eles “calcularam mal”.

O Kremlin também tentou projetar estabilidade na segunda-feira com um vídeo do ministro da Defesa da Rússia revisando as tropas na Ucrânia.

Mais cedo na segunda-feira, o chefe mercenário defendeu sua insurreição de curta duração em uma declaração.

Prigozhin disse que não estava buscando um golpe, mas estava agindo para evitar a destruição de Wagner, sua companhia militar privada.

Notícias relacionadas[editar | editar código-fonte]
“Primeiro-ministro russo fala após conflito com Grupo Wagner”, Wikinotícias, 26 de junho de 2023.
“Líder do Grupo Wagner diz que não queria derrubar governo Putin”, Wikinotícias, 26 de junho de 2023.
“Biden conversou com líderes da França, Alemanha e Reino Unido sobre Grupo Wagner”, Wikinotícias, 25 de junho de 2023.
“Após provocar caos na Rússia, líder do Grupo Wagner se exila em Belarus”, Wikinotícias, 24 de junho de 2023.
“Putin agradece Lukashenko após encerrar conflito com Grupo Wagner”, Wikinotícias, 24 de junho de 2023.Fontes[editar | editar código-fonte]
 

Putin fala após fim do motim do Grupo Wagner


@zipcms | Social Content


Publicado

em

por

Tags: