[wpdts-date-time]

[spt-posts-ticker]

França: senado aprovada lei que permite ativação de câmeras e microfones de investigados

França: senado aprovada lei que permite ativação de câmeras e microfones de investigados

10 de junho de 2023

 

O Senado da França aprovou um projeto de lei proposto por Éric Dupond-Moretti que permite novas técnicas de investigação que dariam “a autorização para usar os microfones, as câmeras e os dispositivos de localização” de individuos. O projeto de lei será então debatido na Assembleia Nacional onde o texto ainda poderá sofrer alterações.

Este novo e controverso método de investigação prevê autorizar a ativação remota de computadores, telefones e outros dispositivos conectados de investigados, sem o seu conhecimento, em casos de crimes com pena de pelo menos 10 anos de detenção. Os investigadores poderão então ativar remotamente o sistema de geolocalização em determinados casos e/ou o microfone e a câmera do dispositivo em casos de terrorismo e crime organizado para seguir a pessoa visada em tempo real. Esses procedimentos devem ser autorizados pelo Ministério Público ou pelo juiz.

Advogados, magistrados e parlamentares não serão afetados por esta medida. A gravação também será proibida em determinados locais, como consultórios médicos, empresas de imprensa, residências de jornalistas, cartórios e oficiais de justiça, indica o Senado.

No texto inicial, esse procedimento dizia respeito a crimes puníveis com pelo menos 5 anos de prisão, mas foi aprovada em sessão uma emenda do presidente do grupo político Les Républicains, Bruno Retailleau, elevando-a para 10 anos.

As agências de aplicação da lei já usam técnicas de vigilância e escuta telefônica. No entanto, com a mudança, não haveria mais a necessidade de chegar fisicamente ao dispositivo do indivíduo, tudo seria feito remotamente, mesmo que o dispositivo estivesse inativo.

O Observatório das Liberdades e do Digital (ONL) criticou o projeto de lei e argumentou que ele “permite transformar qualquer objeto conectado em um delator em potencial”. O advogado Bastien Le Querrec o descreveu como “uma nova forma de vigilância preocupante, totalmente desproporcionada”.

Segundo Guy Benarroche, senador francês do grupo ambientalista, o projeto de lei é uma “porta aberta para a vigilância generalizada”, ele também explica que é uma medida “particularmente grave à privacidade”. “O suspeito vai levar o celular no metrô. Todas as conversas ao redor também serão capturadas. O mesmo se ele for a um restaurante. Qualquer conversa no espaço público é potencialmente grampeada”, afirmou.

Fontes[editar | editar código-fonte]
 
 
 
 
 
.mw-parser-output .ambox{border:1px solid #a2a9b1;border-left:10px solid #36c;background:#fbfbfb;box-sizing:border-box}.mw-parser-output .ambox+link+.ambox,.mw-parser-output .ambox+link+style+.ambox,.mw-parser-output .ambox+link+link+.ambox,.mw-parser-output .ambox+.mw-empty-elt+link+.ambox,.mw-parser-output .ambox+.mw-empty-elt+link+style+.ambox,.mw-parser-output .ambox+.mw-empty-elt+link+link+.ambox{margin-top:-1px}html body.mediawiki .mw-parser-output .ambox.mbox-small-left{margin:4px 1em 4px 0;overflow:hidden;width:238px;border-collapse:collapse;font-size:88%;line-height:1.25em}.mw-parser-output .ambox-speedy{border-left:10px solid #b32424;background:#fee7e6}.mw-parser-output .ambox-delete{border-left:10px solid #b32424}.mw-parser-output .ambox-content{border-left:10px solid #f28500}.mw-parser-output .ambox-style{border-left:10px solid #fc3}.mw-parser-output .ambox-move{border-left:10px solid #9932cc}.mw-parser-output .ambox-protection{border-left:10px solid #a2a9b1}.mw-parser-output .ambox .mbox-text{border:none;padding:0.25em 0.5em;width:100%}.mw-parser-output .ambox .mbox-image{border:none;padding:2px 0 2px 0.5em;text-align:center}.mw-parser-output .ambox .mbox-imageright{border:none;padding:2px 0.5em 2px 0;text-align:center}.mw-parser-output .ambox .mbox-empty-cell{border:none;padding:0;width:1px}.mw-parser-output .ambox .mbox-image-div{width:52px}html.client-js body.skin-minerva .mw-parser-output .mbox-text-span{margin-left:23px!important}@media(min-width:720px){.mw-parser-output .ambox{margin:0 10%}}

Esta notícia é uma tradução completa ou parcial de “France : une loi adoptée par le Sénat permettra l’activation à distance des caméras ou micros des appareils connectés”, proveniente de Wikinotícias em Francês.

França: senado aprovada lei que permite ativação de câmeras e microfones de investigados


@zipcms | Social Content


Publicado

em

por

Tags: